sexta-feira, 27 de abril de 2012

A doutrinação de Espíritos



Muito comum pensar que doutrinar Espíritos, consiste em ensinar Espiritismo a um Espírito, doutrinar ou dialogar com um Espírito, é algo em suma muito complexo, mas ao mesmo tempo muito acessível, pois não requer santidade, como muitos pensam, ou que se esteja dentro da casa espírita em uma reunião mediúnica, para que possa haver uma doutrinação eficaz, mas é um somatório de tudo isso, sem esquecer a dose incondicional de AMOR.
O espiritista não é santo, mas é alguém que esta buscando mesmo que a paços lentos e trôpegos sua autotransformação, ele tem o compromisso consigo mesmo em melhorar-se.
E este compromisso, consigo mesmo faz com que os Espíritos que convivem a nossa volta como uma “nuvem de testemunhas”, como diz Paulo o apostolo dos gentis ou dos estrangeiros como chamamos no Brasil, pessoas de outros povos, vejam que nos melhoramos dia a dia, passo a passo , pensamento a pensamento em nossa própria conquista, é de inenarrável importância.
Por quê? Podem perguntar alguns...
Porque em um dialogo esses Espíritos podem usar essas más inclinações, ou os nossos atos errados, que muitas vezes retine na acústica de nossa consciência cobrando-nos o deslize,transformando em sentimento de culpa, e a culpa (como diz o Espírito Manoel Philomeno de Miranda por Divaldo Franco ) é o plugue da obsessão, então conectado o plugue,  já pode se dar inicio a uma desarticulação, de uma construção negativa.
Neste momento é que se torna imprescindível o auto-perdão.
Pois se em um embate ele abre o rosário de meus erros, se tenho essa consciência e tenho o compromisso comigo mesmo de que  suas acusações não me alcançarão, e eu não cairei em seu jogo de palavras e acusações, pois em uma doutrinação estamos tratando de Espíritos doentes da alma, e a única coisa que pode torná-lo forte em um embate espiritual é seu amor próprio, não no sentido egoístico que muitos chamam de amor próprio, mas o amor por si e pelos seus ideais, e acima de tudo o amor á humanidade em forma indistinta, pois se chegar ao ponto de faltar-lhe, ou faltar-me argumento o amor assumirá o papel, e irá suprimir a razão.
O que levará o doutrinador, ou ao orientador encarnado ao dialogo da desobsessão, será o sentimento de fraternidade, ou seja, você e eu, iremos a reunião com o fim de atendermos nossos familiares, nossa parentela que esta doente, então o que deve levar-nos ao trabalho é o sentimento de que iremos atender nosso pai, nossa mãe , nosso irmão , nosso filho que esta momentaneamente equivocado, e em erro, quando atingirmos esse patamar de sentimento estaremos em plenitude executando o nosso trabalho, lembrando que isso é sentimento real, não piegas.
Firmeza na conversa, ou seja, convicção, o doutrinador ele não acha ou acredita, ele sabe de sua fé, pois sua fé não é cega, ela é raciocinada, e se ele raciocinou sobre a pré-existência da alma e sua sobrevivência ao tumulo, ele é convicto de que se ele orientar o Espírito que ele não vê, a seguir outro que ele também, não vê, para conduzi-lo em segurança, muito mais do que dizer é sentir todas as implicações do que diz.
Ainda no que diz respeito à firmeza é muito comum no trato com Espíritos, um Espírito induzir o outro ou outros ao erro, subordinando-os e utilizando meios como a hipnose, quando se fala em hipnose , estamos falando de uma vontade aparentemente irresistível, ou seja, uma crença de se estar submetido a uma vontade  irresistível, então se falamos com a firmeza e segurança, pode ser entendida como uma força superior por quem recebe a carga de informação/sentimento a desarticular, quem sabe uma submissão moral  de anos, firmeza é imprescindível, mas que não seja confundida jamais como militarismo ou atitude imperiosa,  pois o trabalhador de Jesus ele vai para o trabalho com alegria e gratidão pela possibilidade de servir, ele vai por espontaneidade e não por obrigação, ele esta voluntariamente...
Então se o amor e a alegria de servir a causa do bem, que me leva é que criamos uma sintonia com Espíritos, vinculado a esses sentimentos, sintonia não se cria no momento que se atravessa os umbrais da casa espírita, aonde o doutrinador ou orientador irá recolhe-se em momentos de prece para atender o a trabalho que irá começar em minutos futuros, sintonia se cria através de nosso olhar para o mundo em que vivemos e como entendemos e interagimos com esses mundos, no trabalho, no lar na rua, e na sociedade, a casa espírita é acima de tudo o somatório dos pensamentos de seus trabalhadores, pois o objetivo de cada individuo soma-se a criar uma sintonia coletiva, sendo assim o centro será parte de nós, como seremos parte dele, então sintonia que determinam a interferência espiritual construtiva depende do que me acostumei a pensar, falar , sentir e agir no mundo, ou nos mundos que se interligam.
O conhecimento doutrinário este funciona como vacina e peneira, o conhecimento leva a certeza que por mais que estejamos sintonizados com ideais superiores, que nossa condição moral seja das melhores, não nos furtaremos de ter provas para avaliar o nosso entendimento e discernimento e aprendizado, então no processo de aprendizado do médium, do doutrinador e do grupo, então o conhecimento a cerca das verdades doutrinarias se faz imprescindível a todos.
Falar com doentes da alma é levar o remédio do amor, com amor, e pelo amor.







quinta-feira, 26 de abril de 2012

" Eu " imortal

Vivo na certeza de que a morte não interrompe a vida...
Por isso aproveito todo momento pois ele é único,e não último...
Então sou livre para não sofrer por últimos momentos, mas livre para viver momentos únicos , que representam uma vida unica em vivencias diferentes... 
Sendo assim vivo uma unica e imortal vida com vestuários diferentes , em escolas diferentes...
Assim caminho na beleza da poesia de que seja eterna e intensa enquanto dure essa experiencia...
Pois fui e sou eternamente  "Eu" , essa "metamorfose ambulante", entre esse mundo e outros mundos "tentando outra vez" e outras vezes…



Quem que deve chorar?



Pensava sobre a despedida através da morte...
E lembrava o conforto e a certeza do espirita.
A beleza da certeza de nossa fé solida conforta-nos e diz : Quem amamos voltará ao lar antes...
Terás a liberdade de não mais arrastar-se como uma lagarta ao chão, mas voará como uma borboleta rompendo os céus...
Estarás onde o pensamentos levares...
Não sentirás mais dores físicas e sobretudo estás livre...
Enquanto eu arrasto-me ao chão como a lagarta , que não tenho asas para voar cortando os céus...
Enquanto o corpo é o cerceador da vontade do meu pensamento, pois muitas vezes meu coração através do meu pensamento está em lugar diferente do meu corpo...
Lembre-se que ele(a) esta liberto enquanto nós estamos encarcerados...
Peço diariamente aos meu quando eu partir brindem a minha liberdade, e se chorarem chorem por vocês que ainda permanecerem aqui enquanto eu livre estou, pois quem fica fica preso e quem vai liberta-se.



quarta-feira, 11 de abril de 2012

Homossexualidade




200. Os Espíritos têm sexo?
– Não como o entendeis, porque os sexos dependem da constituição orgânica. Há entre eles amor e simpatia, mas baseados na afinidade de sentimentos.
201. O Espírito que animou o corpo de um homem pode animar o de uma mulher,numa nova existência, e vice-versa?
– Sim, pois são os mesmos Espíritos que animam os homens e as mulheres.
202. Quando somos Espíritos, preferimos encarnar num corpo de homem ou de mulher?
– Isso pouco importa ao Espírito; depende das provas que ele tiver de sofrer.


Os Espíritos encarnam-se homens ou mulheres, porque não têm sexo. Como devem progredir em tudo, cada sexo, como cada posição social, oferece-lhes provas e deveres especiais e novas ocasiões de adquirir experiências. Aquele que fosse sempre homem, só saberia o que sabem os homens.

Em nossa trajetória nas diversas encarnações vestimos a estrutura física que possa nos oferecer o aprendizado necessário, esta estrutura física pode expressar a masculinidade e feminilidade, ou seja precisamos desenvolver em equilíbrio dessas duas forças, ou tipo de energia, de forma equilibrada. 

Cada viagem de excursão nos mundos materiais representam para nós um aprendizado especifico, para atender a fim particulares que visam o nosso auto aprimoramento, como uma influencia social para atender um fim divino no conjunto, cada jornada enseja que desenvolvamos a nossa capacidade de assumirmos o nosso papel como filhos de Deus na obra da criação.

Sendo assim a reencarnação representa para as forças sexuais um convite ao equilíbrio no sentido de se ter a força masculina e feminina em pé de igualdade, e utilizarmos dessas forças criadoras em função da vida e não a nossa vida em função de nossas forças sexuais.

E qual é o traço do divino toque nos seres ? Como Deus une seus filhos ?

Através do amor, do sentimento puro e nobre, não como se vulgarmente entende o amor, como sexo.

Os homens unem os homens através da convenções sociais, crença , não crença , time de futebol , partido politico , religião, canal de televisão, moda , protocolos, países, nacionalidades, linguás, culturas e dinheiro. E essas convenções foram criadas em função dos próprios homens, e não os homens foram criados em função das convenções, sendo assim as convenções são menores que os homens e nunca maiores.

A medida que nossa compreensão sobre o mundo e sobre as pessoas se dilatam nossas convenções mudam , mas o amor permanece.

Emmanuel través de Chico Xavier no ano de 1970 em seu livro Vida e Sexo, já assinalava que o homem precisava ver a homossexualidade com o mesmo respeito e no mesmo patamar de igualdade com a heterossexualidade, que tanto uma como a outra precisava de educação da força sexual, onde o amor e o respeito pela pessoa fosse o foco de entendimento.

Cada um de nós vivemos os nosso momento evolutivo, e neste momento peculiar que estamos, sentimos aquilo que precisamos e escolhemos,e o que decidimos para nós, a lei de Deus gravada em nosso consciência representa o juiz individual de cada um de nós.

Jesus o sábio dos sábios já dizia na medida que julgardes serás julgado...

O que é sentir o amor para cada um? O que é viver o amor?

"Nossos filhos não são nossos filhos, são filhos e filhos dos anelos da vida" declamou Kalil Gibran.

Hoje eu olho meus filhos pré-adolescentes e não preocupo-me o caminho que escolheram em matéria de sexualidade importam que sejam felizes e que de alguma forma façam felizes quem estiver ao lado deles.Importam é que amem a aproveitem a encarnação deles na semeadura do bem, na construção da paz por um mundo melhor.

Nossas realizações são pessoais não serão realizadas por outras pessoas além de nós mesmos.

Compreender a homossexualidade com a mesma naturalidade que compreendemos a heterossexualidade é a base de uma construção de uma sociedade digna, e não hipócrita.

Hoje estou na posição da masculinidade se amanha a necessidade do meu aprendizado me chamar e envergar um corpo feminino e não souber conviver com a nova estrutura física, porque ela poderá refletir uma psique diferente eu serei eu deixarei de ser quem sou ?

A roupa que eu visto define o meu caráter?

O corpo é a roupa momentânea do Espirito.

Mas a roupa não define o ser pois, este ser o Espirito, não tem definição masculina ou feminina, mas a roupa sim, tem uma forma de expressão.

A roupa é maior que o ser que a veste ?

Se como seres espirituais somos iguais, porque não como humanos?

Se nossas escolhas merecem respeito e consideração porque não a de nossos irmãos ?

A divindade une e não separa dois seres que se unem por amor, não por convenções, convenções são humanas , o amor é divino.

Seja qual a escolha que venhamos a fazer se pela heterossexualidade, ou pela homossexualidade , respeitemo-nos uns aos outros pois Jesus disse que os seus seriam reconhecidos por muito se amarem.

Os espiritas respeitam tanto a homossexualidade quanto respeita o homossexual, sem o ver como melhor ou diferente mais como igual, pois somos irmãos e filhos de Deus.

Não existe diferentes ....

Existem iguais com escolhas diferentes e posturas individuais…


terça-feira, 10 de abril de 2012

Nosso Tesouro

Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.
Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;
Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas! 
Mateus 6:19-23


Onde esta o nosso tesouro ?
O que ocupa nossa mente ?
Em nome do que, ou porque luto ?
Quais são meus sonhos desejos e minha devoção?
Nossa vontade é a mola impulsionadora de nossos pensamentos, a vontade é o combustível do desejo , e nossa força que atrai do universo, para as nossas vidas.
O que temos desejado através dos nossos pensamentos ?
Como nos relacionamos com as pessoas que nos cercam?
O que desejamos para as pessoas que nos cercam ?
Ao respondermos internamente estas perguntas vamos pouco a pouco situando nosso lugar no mundo, e descobrindo o nosso tesouro, ou o que realmente tenho dado importância.
Ao renascermos neste planeta  escola recebemos como tesouro um  corpo , e meus pais me acolheram em seu seio como um tesouro de Deus confiado em suas mãos, e pelos laços da consanguinidade , descobrimos que estamos entre pessoas que nos estimularão a nossa superação, seja através do vosso incentivo a lutar, ou opondo-se á nossos pensamentos, sentimentos e ações, o que nos incentivará a amar sempre ou depurar o nosso sentimento com destino ao amor  puro.
Muitos de nós quando no mundo esquecemos o porque estamos juntos em laços consanguíneos, ou o porque estamos no bairro, ou cidade , e assim por diante mas a medida que desenvolvemos o olhar espiritual, encontramos entre nossos vizinhos em nossa reduzida sociedade apelo para as nossas más inclinações que temos que vencer, ou seja encontramos pessoas em nossa semelhança para que possamos superamos , não no sentido de impor sobre as pessoas, mas  de nos impormos sobre nossas más inclinações, ou sobre nós mesmos em nome do sentimento que reencarnamos para aprender a depura-lo ou senti-lo em nossa plenitude, o amor.
Quero afirmar que o objetivo de nossas vidas esta em aprender a amar, e de forma secundaria aprender as Ciências do mundo pois só evoluímos realmente quando sabemos amar, e sabemos sobre o mundo e o universo em profundidade , seja qual for o lugar que estejamos nossa missão é amar.
Sendo assim os seres as nossa volta representam os nossos reais tesouros que a transitoriedade e o aprendizado mudarão as posições sociais mais o amor deverá ser sempre o mesmo, quando me refiro a posições sociais não refiro-me a mais ou menos dinheiro, falo de nomenclaturas familiares ou amistosas.
O que Jesus nos pede seu cântico do Sermão do Monte, que nosso olhar seja bom, pois se nossos olhares, olhar  a bondade nas pessoas que estão a nossa volta é porque a bondade existe em nós, pois só costumamos identificar no outro o que é comum em nós , se nosso olhar for bom, olharemos o mundo e veremos a bondade do mundo, mas se nossos olhos forem maus só veremos maldade no mundo e nas pessoas..
Este mal olhar causa más interpretações, e estas más interpretações erguem muros entre as relações, enquanto devemos construir pontes entre nossas relações.
Então qual é realmente o meu tesouro ?
Caixão tem compartimento para riquezas?
Queremos piramides para ser enterrados com nossos bens ?
O que realmente levas daqui para depois da morte ?
Lhe pergunto novamente quais são os teus tesouros?
Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão.
Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil. 
Mateus 5:25-26

Quem é nosso Juiz ?
Nossa consciência..
A nossa consciência nos entregue a ação oficial, ou lei de ação e reação e essa não nos prenda na expiação para que não saiamos a té saldar nossa divida perante a lei de amor impressa em nossa consciência.
Qual são os nossos tesouros ? Que tesouro viemos garimpar nesta mina chamada Terra ?
Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados. 
1 Pedro 4:8



sábado, 7 de abril de 2012

Páscoa uma leitura espirita

Segundo narra a Bíblia após José um dos doze filhos de Jacó, ter sido vendido aos egípcios , depois de muitas amarguras entre tentações e carceres, após a interpretação do sonho do Faraó torna-se Governador do Egito.
Após momentos de fome o povo Hebreu ou os descendentes de Jacó são obrigados a se repatriaram-se no Egito principalmente por ter descoberto que José filho mais novo de Jacó tornara-se Governador, o que mais tarde após a morte desses seriam declarados escravos, e ficaram sobre o jugo Egípcio até o surgimento de Moisés que mais tarde os libertaria .
Após as conhecidas e lendárias dez pragas dadas aos egípcios por Jeová , Moisés consegue libertar este povo, fazendo-os vagar por quarenta anos pelo deserto, até chegar na terra prometida por Jeová.
Já na terra prometida foi estabelecida por Josué sucessor de Moisés , a comemoração desta vitoria (á mesma época que os pagãos comemoravam com a entrada da primavera )a festa da fertilidade, a festa libertação, ou a primavera de um povo após a escravidão, acontecia nas doze tribos, no mês de Nissan ou seja Março/Abril..
Sendo assim a Pascoa festa que já ultrapassava mais de um milênio, quando surge no cenário monoteísta judaico, Jesus , o homem que assim como Moisés mudaria as estruturas estabelecendo o contato direto com Deus, sem intermediários , sem mistérios e dentro da simplicidade, por isso foi martirizado na cruz em época comemorativa da Pascoa, sendo assim o cristianismo assumiu a festa e dando a sua cara, sendo continuada a sua celebração nos mesmos dias da festa judaica, só que com sua festa por ocasião a crucificação.
Já o capitalismo passou a utilizar símbolos da fertilidade para comemorar e o sentido real da festa, ou seja da fertilidade, da colheita através da venda de ovos, e do coelho da pascoa, símbolos da fertilidade, para mover a industria da venda de chocolates.
Para nós espiritas respeitamos  todas as festas da cristandade e não acolhemos nenhuma dentro de nossa doutrina.
Vemos o lado positivo desta festa pois são repetidos filmes e series com e temática da vida de Jesus, o melhor guia e modelo para o homem seguir que Deus já legou a humanidade.
E a confraternização que se proporciona através da festa, de característica familiar, neste sentido que vemos a validade da festa de pascoa.
O lado negativo da festa é que tentam culpar-nos pela morte de Jesus na cruz, para perdoar os nossos pecados, então algumas religiões usam este sentimento para pastorear nossas vidas e decidindo o que é melhor para nós, postura que Jesus combateu pois estabelecia o vinculo direto do homem com Deus sem intermediário.
Pascoa Judaica em sua essência fala de vida e festa da renovação da vida.
Pascoa Cristã fala de imortalidade ou seja vida em continuidade da vida.
Espiritismo faz coro com Paulo quando diz " Tudo me é licito mas nem tudo me convém", ou liberdade com auto responsabilidade e sem culpa.