sábado, 13 de abril de 2013

Doutrina Espirita 156 anos!

Em 18 de Abril de 1857 chega as livrarias de Paris em França, um livro que repercutiria no mundo inteiro, O livro dos Espíritos.
O livro dos Espíritos, muito mais que pontuar um conhecimento que Allan Kardec chamou de filosofia espiritualista, pois em sua dilatada visão compreendia que essa nova doutrina era o elo para  compreender todas as doutrinas espiritualistas da humanidade, ou seja, oferecia uma compreensão desde a doutrina dos egípcios até a mais nova do momento histórico que era a reforma protestante…
Ligava-se aos conhecimentos já conquistados pela ciência, e acompanha a ciência até os dias de hoje dilatando seus conhecimentos.
O espiritismo é uma doutrina que pode dialogar e somar a todo conhecimento cientifico...
O espiritismo é uma doutrina que tira o véu de mistério de todo entendimento religioso, dilatando interpretando-o, curando a cegueira do que se conceitua em fé, para mostrar-lhe a beleza da vida iluminada pela luz da razão, trás uma nova concepção de fé, a fé que pensa, a fé que sabe, a fé encara a razão face a face em todas a épocas da humanidade.
Indo além disso oferecendo ao homem uma proposta de vida!
Proposta esta que transforma o modo de ver, entender, sentir e viver o mundo, no mundo e para o mundo.
O espiritismo é uma doutrina que rompe com o velho trazendo o novo ao declarar, que a lei de Deus, esta escrita na consciência do homem, libertando o homem de julgamentos externos, de pessoas, convenções, para a liberdade do auto julgamento, da autoresponsabilidade…
Trazendo o conceito de que a paternidade divina não está atrelado ao bairrismo das bandeiras religiosas, ou de grupos de entendimento, mas pelo simples fato de existir, com o espiritismo não existe criaturas, existem filhos de Deus, do átomo ao arcanjo, que se encadeiam na sublime na cadeia do universo.
Oferecendo aos homens o roteiro de amor, como medida das relações humanas.
Aderir ao espiritismo como proposta de vida é assumir o compromisso consigo mesmo de ser hoje, melhor do que ontem, e amanha melhor do que hoje, assumindo uma postura de transformação de nosso mundo interior, para influenciar pelo exemplo de amor, dilatando a visão egoísta e egocentrica para o entendimento de unimultiplicidade , onde o indivíduo torna seu coração ou sentimento a casa do universo.
Esta visão levou a Allan Kardec acreditar que pudessem existir espiritas católicos, espiritas muçulmanos, espiritas judeus , espiritas evangélicos, ou seja, não pensou ou viu jamais o espiritismo como nova religião, mas sim como uma ferramenta ou uma porta de entendimento destas.
Mas os homens viram que esta libertação de consciências, como  um inimigo pois a visão espirita do contato com o sagrado eliminava todas as pontes humanas do homem com Deus, pois a única ponte seria a prece sincera ao seu Pai, destruindo todo sistema social parasitário, destruindo templos de pedra e erguendo no coração dos homens, relembrando Paulo: "Deus não habita em templos feitos pela mão humana"…
Essa proposta otimista de vida, representa alegria...
Não é ficar em busca de explicações em seu passado para justificar quem somos hoje, é uma visão ou sentimento de que posso mudar o meu destino através de uma amorosa postura hoje.
De forma que seja socialmente produtivo, e politicamente ativo, no sentido de agir em beneficio coletivo (que é diferente do modelo de agir que nos acostumamos a ver, em agir em beneficio próprio, ou de uma pequena minoria).
Em 156 anos de espiritismo, esta é a hora de viver esta proposta.
Espiritismo uma opção de entender, sentir e viver, o amor , a fraternidade, paz e louvar o bem!




Foto do amigo Agnaldo Pereira Miguel, Salto de Itiquira-Go

domingo, 7 de abril de 2013

Egoismo miopia da alma


Outro dia em trabalho, um pouco fora do comum, pois aquele dia eu conduzia uma pessoa em situação de rua á um hospital da rede publica em SP, pra exame sobre um possível caso de câncer.
Como é sabido por todos que utilizam o serviço publico de saúde, que é um serviço demorado, pois temos muitos doentes e faltam profissionais para atender, infelizmente é generalizado, já foi pior sabemos, mais poderia ser bem melhor...
Nestes momentos é possível você identificar pessoas culparem as menos ou nada culpadas, pelo seu sofrimento e pela demora no tratamento.
Infelizmente em sua maioria nos hospitais é grande numero de pessoas, na melhor idade de suas vidas, poucos são os jovens, embora existam.
Quando uma jovem mulher de aproximadamente 18 anos começou a reclamar...
Estou aqui desde as 10:30 fui uma das primeiras a chegar e estão chamando só os velhos...
Mas porque não deveria ser assim ?
Aquelas pessoas não tinham chegado nesta existência primeiro que ela?
Eu preciso trabalhar, e eles não, dizia ela...
Mas eles não teriam cumprido sua cota de trabalho nesta existência  muito antes dela entender a necessidade do trabalho?
E ela estava com fome, tinha que sair correndo para almoçar, chegar em casa,  trabalhar parte da tarde e estudar...
Olhei para pessoa que eu conduzia, e via seus olhos, olhando para os lados, como quem tentasse não ouvir as reclamações, e levantou para tomar água...
E comigo uma pessoas, que não sei se tinha tomado café, que naquele dia, e assim como eu não tinha nenhuma perspectiva de almoço.
Não sei se ele jantaria...
Mas sei que ele iria deitar em seu barraco, em baixo de um dos viadutos da radial leste, onde as paredes eram de paletes coberto com plastico, eram, pois no dia seguinte a Guarda Civil Metropolitana junto com a Limpeza publica levou, e ele reconstruiu com outras madeiras...
É muito difícil ver a realidade dos outros, quando só conseguimos ver a nós mesmos... 
Quando não atentamos para o nosso próximo, perdemos a chance de encontrar um irmão.
Almoçar é uma benção, tantos queriam...
Ir para casa, seja ela própria ou alugada, milhares querem!
Ir para escola estudar sorrir e ter amigos, outros milhares sonham...
E um colchão aconchegante e quentinho, em um lar e com uma família...
Em nenhum momento quero dizer que se um não tem, o outro não tem que ter.
O ideal era que todos usemos dos mesmos direitos, das mesmas possibilidades, e vivêssemos em nossos lares, mas não devemos nos conformarmos que eu tenha e outros não tenham, com pequenas atitudes podemos mudar o mundo, a atitude de votar, a atitude cobrar os políticos e a atitude de agirmos, como cristãos com ações sociais e coletivas, para o bem comum, através da agremiação que eu frequento,  posso criar cursos profissionalizantes, podemos ser voluntários...
Toda e qualquer atitude negativa pode ser transformada em positiva...
O egoismo para que o vençamos é necessário transforma-lo em altruísmo...
Quando o altruísmo entra em nossa vida é como se em nossa vista fosse colocado um óculos, que desembaça a nossa visão da vida, e das pessoas, e do mundo, mostrando como elas são...
Enquanto olhamos a vida com egoismo só conseguimos enxergar as coisas quando estão perto de nós...
É onde as provas financeiras da vida parecem caminhar em ciclos, hora estamos bem hora estamos mal, embora um numero reduzido de pessoas, financeiramente nada sofrem em uma rápida existência ...
Ver o mundo de ponto de vista fraterno isenta-nos do sofrimento, pois sempre estamos próximos de nossos próximos...
Antes de achar-se o mais injustiçado do mundo, olhe ao seu lado...